A Polícia Civil de Santa Catarina, por intermédio da Delegacia de Polícia da Comarca de Garopaba, em conjunto com a Polícia Civil do Rio Grande do Sul, cumpriu na manhã desta sexta-feira, em Canoas (RS), dois mandados de prisão (uma temporária e uma preventiva) e um mandado de busca e apreensão.

A ação é resultado de investigação desenvolvida logo que a Polícia Civil teve conhecimento do crime de homicídio qualificado em Garopaba, ocorrido na manhã de 28 de junho.

Neste crime, um homem foi morto com seis disparos de arma de fogo à queima roupa quando estava ao lado dos três filhos (crianças), que dormiam no mesmo cômodo.

Ainda, na quinta-feira (12), em Porto Alegre (RS), foram cumpridas outras duas buscas e ouvidas seis testemunhas, que colaboraram com o esclarecimento completo do crime investigado.

“A possível arma do crime e mais 59 munições foram apreendidas em posse do suspeito que foi preso preventivamente, o qual já foi condenado por outros três homicídios praticados no Estado vizinho”, relatou a delegada Gabriela Tisott Fruet, da Delegacia de Polícia de Garopaba e coordenadora da investigação.

A ação contou com o apoio da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, por meio dos policiais do DHPP de Porto Alegre (RS) e da Delegacia de Homicídios de Canoas (RS).