A Polícia Civil do Estado de Santa Catarina, através da Delegacia de Polícia Civil da Comarca de Forquilhinha, concluiu o inquérito policial que apurou os fatos ocorridos no início de agosto, em que o investigado teria agredido, fisicamente, a sua ex-companheira, ameaçado-a de morte, ofendido sua honra e, se não bastasse, teria colocado fogo na residência da vítima.

Posteriormente, o investigado teria descumprido medida protetiva de urgência deferida em favor da vítima.

Desta forma, tendo em vista a gravidade dos fatos, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva do investigado, sendo-a deferida pelo Poder Judiciário após manifestação favorável do Ministério Público.

Após isto, no dia 17 de agosto de 2021, a Polícia Civil deu cumprimento à prisão do investigado, interrogando-o em seguida.

"Exames periciais foram requisitados corroborando a investigação realizada. O inquérito policial foi concluído no prazo legal e remetido ao Poder Judiciário para formação de opinio delicti do Ministério Público, estando o investigado à disposição do Poder Judiciário", colocou o delegado Ricardo Kelleter.

"Colabore com a Polícia Civil através do número 181 e 48 3463 1175"