A Polícia Civil prendeu na tarde desta quinta-feira (19), por volta das 14hs, na Comunidade Chico Mendes, em Florianópolis, o homem de 32 anos, suspeito de matar sua companheira de 29 anos a socos e pontapés. O crime aconteceu no dia 27 de dezembro do ano passado, no bairro Uruguai, em Salvador, Bahia.

A prisão foi feita por agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE), com informações repassadas pelo Diretoria de Inteligência da Polícia Civil (DIPC).

No momento da prisão o suspeito estava numa barbearia cortando o cabelo.

Segundo o Delegado de Polícia John Vieira, da CORE, o homem conheceu uma outra mulher de Florianópolis, lá na Bahia, e resolveram vir pra cá para se relacionar. Ele estava sozinho na hora da prisão e não esboçou reação. Ainda de acordo com o delegado, ele admitiu em depoimento ter assassinado a ex-companheira com socos, chutes e pontapés por ciúmes dela. O suspeito estava com prisão preventiva decretada pela Justiça da Bahia.

Muitas brigas

O suspeito e a vítima tinham duas filhas, uma de 11 outra de 2 anos. Em uma mensagem enviada para a filha mais velha, por volta de 1h30 da madrugada do crime, ele pediu que ela o perdoasse, disse que amava as crianças e que era capaz de dar a vida por elas.

As agressões aconteceram em um apartamento que fica no andar de cima da casa da mãe da vítima. Ela contou que a filha morava com o suspeito e as filhas, há 13 anos, mas que eles estavam se separando. A família disse que Renata e Ubirajara brigavam muito e que ele já tinha batido nela outras vezes.

Após a prisão ele foi levado para a sede da CORE onde prestou depoimento e na sequência transferido para o Presídio Masculino da Capital.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança