A Polícia Civil prendeu em flagrante um construtor eproprietário de uma imobiliária estabelecida no Bairro Ingleses, em Florianópolis. Ele foi autuado pelos crimes de construção irregular, desobediência e furto de energia elétrica, após constatação de que havia ligação clandestina na obra.

O prédio estava em construção há aproximadamente um ano e durante todo esse período havia furto de energia pelo construtor. A ação foi da Delegacia de Repressão a Crimes Ambientais (DRCA) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC).

A obra já havia sido embargada pela Prefeitura de Florianópolis por não ter nenhuma autorização ou permissão dos órgãos competentes para ser construída. Mesmo assim o construtor insistiu em dar continuidade às atividades para concluir o mais rápido possível o empreendimento.

A intenção seria agilizar o término da construção para permitir a entrada dos moradores o quanto antes e, dessa forma, inviabilizar eventual demolição do prédio. A placa de interdição fixada no local pela fiscalização da Prefeitura havia sido escondida pelo construtor.

Ainda de acordo com a DEIC/PCSC, a imobiliária é investigada pela comercialização de imóveis irregulares, em especial aqueles localizados no norte da ilha, sendo o proprietário também corretor de imóveis. Em função disso, a Polícia Civil fez a comunicação dos fatos ao CRECI - Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Santa Catarina.

A Polícia Civil orienta que, antes dos interessados adquirirem seus imóveis, certifiquem-se da idoneidade com quem estão negociando, bem como se o empreendimento possui alvará de construção, habite-se e demais autorizações dos órgãos ambientais.