A Polícia Civil do Estado de Santa Catarina, por intermédio dos setores de investigação da Delegacia da Comarca de Laguna (DPCo) e da Delegacia de Polícia do Município de Pescaria Brava (DPMu), em uma rápida ação na tarde de ontem, prendeu em flagrante, três pessoas por suspeitas de fraude.

Segundo a Polícia Civil, a ação, que se deu no interior de um tabelionato de notas e protestos de títulos no centro da cidade, foi desencadeada após o recebimento de informações de que uma possível quadrilha estaria tentando legalizar documentos de veículos, para isso: - falsificando documentos públicos; - fazendo o efetivo uso de documentos oficiais falsificados; e, - se passando por terceiros inocentes, transferindo poderes para terceiros associados para poderem livremente usar, gozar e dispor de bens que não lhe pertenciam.

Durante a investida policial, a investigada, que acabara de falsificar um documento público no interior do tabelionato de notas, ainda apresentou uma carteira de identidade falsificada aos policiais, querendo se passar por terceira pessoa. Após cientificada dos fatos, acabou por revelar sua real identidade e indicar ainda os mandantes dos delitos em apreço, que a aguardavam em um veículo nas imediações do referido local.

Diante dos fatos constatados, os policiais civis de Laguna e Pescaria Brava efetuaram a prisão em flagrante da mencionada mulher e, logo após, dos dois homens que a esperavam ao lado de fora do tabelionato, quando um deles, visando eximir-se de sua responsabilidade penal, também apresentando documentos falsificados.

De acordo com o delegado Bruno Fernandes, “trata-se de importante prisão em flagrante desenvolvida por policiais civis de Laguna e Pescaria Brava, que conseguiram inviabilizar os objetivos espúrios de uma possível associação criminosa voltada à falsificação de documentos públicos, que, a um só tempo, fraudavam documentos públicos e buscavam transferir poderes de determinados bens à pessoas que não possuíam qualquer vínculo com a relação jurídica anteriormente estabelecida”.