A Polícia Civil realizou mais uma fase operação “anjos da guarda” na tarde desta terça-feira (10), em São Francisco do Sul. A ação tem como objetivo reprimir os crimes de abusos e exploração sexual de crianças. os policiais civis prenderam dois suspeitos de praticarem o crime de estupro de vulnerável. Ao todo, cinco foram presos nos últimos 30 dias.

O primeiro suspeito foi localizado e preso no bairro Acaraí. O homem é investigado por abusos sexuais praticados contra a própria filha, que teriam iniciado quando a menina tinha nove anos de idade. O segundo suspeito foi preso no bairro Rocio Pequeno. Ele é investigado pelo estupro da enteada de 11 anos.

“Nosso objetivo é retirar as crianças do alcance desses agressores e protegê-las do abuso sexual. Estamos buscando atender essa demanda de forma especializada, em busca de uma resposta eficiente para as vítimas fragilizadas", salienta o delegado Rafaello Ross, responsável pela operação.

Ross ainda destaca o impacto psicológico sofrido pelas crianças vítimas de abuso sexual. “Temos um caso em que a criança desenvolveu um intenso quadro depressivo em razão dos abusos sofridos. Mesmo sendo tratada por um médico psiquiatra e acompanhada por nosso psicólogo policial, a vítima ainda cogita o suicídio”, afirma.

Segundo a Polícia Civil, as investigações relacionadas aos crimes de estupro de vulnerável ainda seguem com o objetivo de localizar e prender outros agressores. Após os procedimentos legais, os presos foram encaminhados à Unidade Prisional Avançada de São Francisco do Sul, onde permanecem à disposição da Justiça.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):