A Polícia Civil realizou operação para cumprimento de mandados de prisão contra três homens, nesta quinta-feira (22), em Camboriú. Os três são integrantes de facção criminosa e responsáveis por um ataque à residência dos pais de um policial militar que atua na região. Um homem que também era alvo de mandado de prisão permanece foragido. Também foram cumpridos mandados de busca e apreensão nas residências dos autores e de dois adolescentes que também estão envolvidos no crime. O atentado ocorreu em setembro de 2017, durante a onda de ataques da organização criminosa. A Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência de disparos de arma de fogo contra a residência das vítimas. O casal relatou que, ao se dirigir ao pátio, constataram que os disparos teriam atingido a fachada do imóvel e um automóvel. Na época, foram registradas diversas ocorrências de atentados contra órgãos da segurança pública e também contra agentes policiais em Santa Catarina. A Delegada Giselle Cristiane Costa Lima, responsável pelo caso, solicitou ao Instituto Geral de Perícias (IGP) a perícia no local e no veículo do casal. Após as investigações, ficou constatado que os autores do crime eram integrantes de facção criminosa. Cerca de 25 policiais, entre agentes, escrivães e delegados, da Delegacia de Polícia Civil de Camboriú, da Delegacia Regional de Polícia, do Setor de Investigação e Capturas, da Divisão de Investigação Criminal de Balneário Camboriú e da Delegacia de Polícia Civil de Itapema, realizaram a operação.