Polícia Civil investiga suspeita de homicídio em Schroeder

Polícia Civil investiga suspeita de homicídio em Schroeder Polícia Civil investiga suspeita de homicídio em Schroeder

Segurança

Por: Claudio Costa

quarta-feira, 06:00 - 07/02/2018

Claudio Costa
A Polícia Civil investiga um possível homicídio ocorrido em Schroeder. Durante buscas a um rapaz desaparecido, o delegado titular da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Jaraguá do Sul, Daniel Dias, encontrou um corpo no fim da tarde de segunda-feira (5). Nesta terça-feira (6), a equipe do Instituto Geral de Perícias (IGP) realizou o trabalho de buscas por provas na área de mata onde foi encontrado o cadáver, nas proximidades da rua Rio de Janeiro, no bairro Schroeder 1. Quer receber as reportagens do OCP Online pelo whatsApp? Basta clicar aqui De acordo com a Polícia Civil, as buscas começaram no domingo após uma denúncia feita ao número 181, o disque-denúncia. A informação é de que havia um corpo naquela região, mas não foi dada a localização exata. Durantes os dois primeiros dias, equipes das polícias Civil e Militar percorreram o bairro, mas nada foi encontrado. “Havia sido feita uma denúncia bastante vaga e a área era bastante extensa. Durante a manhã de segunda, uma equipe de Guaramirim realizou as buscas. Durante a tarde, nós fomos e entramos naquela trilha. Vimos a movimentação de água e de urubus e encontramos o corpo”, conta Daniel Dias. O cadáver, em estado avançado de decomposição, estava com a barriga para cima e jogado na lama. A área em que foi encontrado tem uma trilha onde é possível o acesso com um veículo tracionado, como o utilizado pelo IGP. As primeiras informações da perícia dão conta de que há uma marca de trauma na cabeça da vítima, o que reforça ainda mais a hipótese de que houve um homicídio. Os peritos utilizaram um detector de metais para buscar por projéteis no local. A maior parte do corpo já estavam com os ossos expostos, resultado da exposição ao tempo e principalmente também pela ação de animais que habitam a região.
Responsável pela delegacia de Schroeder, o policial civil Marco Willians Rosa da Silva | Foto Eduardo Montecino/OCP
O responsável pela delegacia de Schroeder, o policial civil Marco Willians Rosa da Silva, informa que o inquérito está sendo presidido pelo delegado Augusto Melo Brandão. Willians adiantou que depoimentos já foram tomados. “A gente já está com uma linha de investigação. Já ouvimos algumas pessoas e já estamos levantando alguns suspeitos. A chance é muito grande de ter havido um assassinato”, diz o policial civil. Agora, o trabalho segue para confirmar a identidade da vítima e a causa da morte. Os investigadores suspeitam que o corpo seja de Roger Machado Figueiredo, 17 anos, desaparecido no dia 26 de janeiro. Como as mãos estavam intactas, foi possível fazer a retirada das impressões digitais. Os policiais aguardam o resultado da checagem e comparação das digitais pelo papiloscopista (especialista em identificação de impressões digitais) do IGP. Roger tinha passagens por posse de drogas e furto. Confira mais detalhes no vídeo do Plantão Policial: https://www.youtube.com/watch?v=Z5uJG1a1n84
×