A Polícia Civil abriu inquérito para investigar denúncias de estudantes que acusam um professor de abuso sexual em uma escola estadual no Centro de Guaramirim. Segundo o delegado responsável pela investigação, Augusto Melo Brandão, três testemunhas já foram ouvidas. "Ainda devem ser ouvidas outras testemunhas e, por fim, o suspeito", disse Brandão à rede OCP News na tarde desta sexta-feira (23). A Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Jaraguá do Sul, por meio da Gerência de Educação (Gered), informou à imprensa que recebeu nesta tarde as atas do suposto caso. A gerente de Educação, Cristiana Poltronieri Ziehlsdorff, disse que a Gered teve conhecimento do caso na semana passada e orientou o diretor da unidade a registrar depoimentos dos alunos, pais e professor acusado e fazer o registro em ata para que, junto com um boletim de ocorrência, a Gered e Secretaria de Estado da Educação possam dar o andamento administrativo necessário ao caso. "Orientamos como é o procedimento padrão para todas unidades escolares. Que todos esses registros sejam feitos em uma ata, com assinatura dos denunciantes, participantes dessa reunião, e também dos pais quando estes procuram a unidade escolar. De posse destes documentos e de outros, no caso de quando existe B.O. ou algum outro documento de denúncia, que eles coletem todos esses materiais e entreguem na Gerência de Educação", explicou Cristiana. A Polícia Civil não divulgou mais informações sobre o caso, que está sendo mantido em sigilo. A Gerência de Educação informou que os procedimentos administrativos serão tomados após a conclusão do inquérito.