A Polícia Civil está investigando um caso de agressão ocorrido em uma escola em Jaraguá do Sul. Um adolescente de 13 anos foi apreendido após agredir dois professores na Escola Municipal de Ensino Fundamental Professor Francisco Salomon, no bairro Santo Antônio, na manhã desta terça-feira (10).

De acordo com a delegada titular da DPCAMI (Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso), Claudia Cristiane Gonçalves de Lima, as versões dos professores e do estudante são conflitantes. O menor confessa que tinha uma arma de brinquedo dentro da sala de aula, mas nega as agressões.

“O inquérito sobre as agressões cometidas por esse jovem precisa de uma maior apuração. As versões dos fatos são contraditórias. A dele vai no sentido de que houve realmente a advertência e de que a ofensa teria sido proferida contra um colega, não contra o professor”, comenta Claudia.

O garoto tem um histórico de passagens pelo Conselho Tutelar de Jaraguá do Sul e acredita que foi injustiçado. Ele afirmou em depoimento que apenas esbarrou no professor e que o uso da força pelos policiais militares que realizaram a prisão foi além do necessário.

Um dos professores relatou que repreendeu o aluno por manusear um celular dentro da sala. O adolescente empurrou o docente pelas costas. Em outra aula, o estudante começou a manusear uma arma de brinquedo. Ao ser repreendido, xingou e agrediu o professor.

O adolescente foi levado para uma sala em separado até a chegada da guarnição da PM. Apresentando um forte descontrole emocional, o jovem tentou agredir os policiais militares, mas foi contido e apreendido. Depois, ele foi levado para à DPCAMI.

A delegada afirma que novas testemunhas serão ouvidas e que os fatos devem ser esclarecidos a partir do relato delas.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito: 

WhatsApp  

Telegram  

Facebook Messenger