A Polícia Civil, através da 2ª Delegacia de Polícia, identificou o grupo que praticou furtos de cabos de energia em pelo menos quatro empresas em Criciúma, e em um sítio em Içara, entre os meses de março e junho.

Durante as investigações, que duraram seis meses, foi possível verificar que o grupo, quase todo residente no bairro Santo Antônio, praticou o os furtos, utilizando-se de três veículos, todos apreendidos.

Fotos: Divulgação Polícia Civil

Durante o cumprimento de mandado de busca na residência de um deles, foi apreendida uma cavadeira, utilizada em um dos arrombamentos. Os prejuízos causados às empresas ultrapassaram o valor de R$ 100 mil.

"Dois homens, e uma mulher, esposa de um deles, foram apontados como sendo os autores dos crimes. A prisão preventiva do grupo foi requerida ao juiz, sendo que ainda não há decisão. Os criminosos deverão responder por furto triplamente qualificado, associação criminosa e adulteração de sinal identificador de veículo", informou o delegado Ari José Soto Riva.