A Polícia Civil esclareceu um duplo homicídio ocorrido em São João do Itaperiú, no dia 15 de junho deste ano. O corpo de uma das vítimas, uma mulher, foi desovado pelos assassinos na estrada Massarandubinha, no interior de Massaranduba, e foi encontrado na manhã seguinte.

O casal foi executado a tiros em uma estrada na zona rural de São João de Itaperiú. Ao todo, cinco pessoas foram indiciadas pelo envolvimento no crime, dois executores diretos, dois mandantes e uma adolescente de 16 anos que auxiliou na emboscada.

A investigação feita pela Delegacia de Polícia Civil da Comarca de Barra Velha durou cerca de quatro meses. Todos os envolvidos foram autuados pelo crime de homicídio qualificado por motivo torpe e pela impossibilidade de defesa da vítima, bem como pelo crime de organização criminosa.

Na noite de segunda-feira (5), após troca de informações e com o apoio da Polícia Militar, foi cumprido um mandado de busca e apreensão e de internação provisória da adolescente suspeita expedido pela Justiça. A jovem estava se preparando para deixar Barra Velha.

A investigação apurou que as mortes foram motivadas por disputas internas entre traficantes de drogas, integrantes de organização criminosa de origem estadual, por dívidas de tráfico e pelo descumprimento ao suposto estatuto do grupo.

A ordem para a execução do casal partiu de criminosos presos no sistema prisional e foi repassada aos membros da facção criminosa em liberdade para que fosse cumprida. Os quatro adultos indiciados pelo crime já haviam sido presos no decorrer da investigação.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança