Na tarde desta terça-feira (19), médicos do Hospital São José, em Jaraguá do Sul, buscavam atestar a morte cerebral de Nayara Greiciele Friedrich, 18 anos.

A jovem foi vítima de um atropelamento e sofreu graves ferimentos. De acordo com o delegado regional Adriano Spolaor, se houver a confirmação do óbito, o acidente deverá ser investigado pela Polícia Civil.

“Com a confirmação da morte, será instaurado um inquérito. A família poderá fazer uma ratificação no boletim de ocorrência ou a Polícia Civil, sabendo do fato, tomar essa atitude. Se não houver autoria conhecida, o inquérito será remetido apara a Divisão de Investigação Criminal. Se o autor já for conhecido, o inquérito vai para a Delegacia da Comarca”, explica Spolaor.

O acidente ocorreu rua Leodato José Garcia, no bairro Ribeirão Cavalo, na noite de sábado (16). Nayara foi conduzida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) em estado grave ao hospital.

Kelitom, namorado dela e também vítima do atropelamento, foi atendido com várias escoriações pelo corpo e conduzido pelos bombeiros para a unidade de saúde, onde permanece em recuperação.

Motorista fugiu do local

A família de Nayara soube do acidente na noite do ocorrido. Segundo a irmã da vítima, o motorista do carro estava embriagado e fugiu do local do acidente.

O condutor deixou o passageiro do automóvel para verificar o que havia ocorrido.

Através do canora, foi possível descobrir a identidade do motorista. De acordo com a família, O automóvel que atropelou Nayara é um Volkswagen Gol de cor azul, com placa do Estado do Paraná.

A morte da jovem não havia sido atestada até o fechamento desta edição.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?