A Polícia Civil deflagrou a 2ª fase da “Operação Invicta”, que tem por objetivo apurar a ocultação de cerca de 100 quilos de maconha em Laguna. Foi na madrugada desta segunda-feira (05), em Capivari de Baixo, por intermédio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Laguna. Houve uma prisão.

Na 1ª fase da operação, realizada no mês passado, os investigadores conseguiram reunir indícios de que a droga teria sido enterrada na região de Campos Verdes, em Laguna, em janeiro.

Segundo a Polícia Civil, foi apurado que a droga foi encomendada e adquirida por um morador do município de Capivari de Baixo e que se valeu do auxílio de um adolescente para o transporte e ocultação da substância ilícita. Um homem da mesma região foi remunerado para esconder a droga naquele local em razão das facilidades proporcionadas pelo terreno de difícil acesso.

Com o aprofundamento das investigações, ficou esclarecido que um adolescente é quem teria negociado e servido de “batedor” da droga para o homem que a encomendou.

A 2ª fase da ação coincide com a conclusão das investigações policiais, as quais comprovaram o responsável pelo custeio/aquisição e encomenda da volumosa quantia de entorpecente, valendo-se para isso da corrupção de adolescentes. O homem de 31 anos então foi preso por mandado de prisão preventiva e encaminhado à Unidade Prisional de Laguna (UPA).