Oito dias após a morte do aposentado Anésio Sens, 58, no município de Águas Mornas, um dos suspeitos de participação no latrocínio foi detido durante operação coordenada pela Polícia Civil.

A operação conjunta com a Polícia Militar, com apoio do Canil e do helicóptero Águia, foi denominada Casa de Papel e cumpriu na madrugada desta sexta-feira (21), 14 mandados de busca e apreensão, sete de prisão temporária e três de internação provisória nas comunidades Brejaru e Frei Damião, em Palhoça.

Dos três homens que teriam invadido a residência de Anésio, alvejado ao tentar auxiliar a esposa, um adolescente foi apreendido na operação desta sexta-feira. O delegado Rodrigo Mayer, responsável pelas investigações, confirmou que um dos dois foragidos já está identificado.

Durante a execução de um dos mandados de busca, a polícia também recuperou a televisão e o aparelho de DVD subtraído da casa de Anésio no dia do latrocínio, em 13 de setembro. Mayer confirmou a suspeita de que alguns integrantes do grupo seria responsável por um roubo praticado no dia 2 de setembro também em Águas Mornas, na proximidade da residência de Anésio.

Quer receber as notícias no WhatsApp?