A Polícia Civil alerta para um golpe que está sendo aplicado em Santa Catarina.

Os alvos dos criminosos seriam servidores púbicos estaduais que possuem ação judicial ou precatório em trâmite na Justiça.

Os golpistas ligam para o servidor exigindo um depósito prévio para o pagamento de custas judiciais sob a alegação de liberação de precatório.

Em Florianópolis, uma vítima chegou a depositar R$ 4 mil, mas conseguiu bloquear a transferência bancária depois de consultar seu advogado e descobrir que se tratava de um golpe.

Orientação

A orientação é de que quem for procurado rejeite imediatamente qualquer proposta e procure a Polícia Civil.

O diretor de Inteligência da Polícia Civil, delegado Alfeu Orben, orienta que as vítimas não forneçam seus dados pessoais a terceiros, já que essas informações podem ser utilizadas para fins ilícitos.

As vítimas desse tipo de abordagem devem registrar boletim de ocorrência em uma delegacia da Polícia Civil.