A Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) vai apresentar na manhã desta segunda-feira (22) as câmeras individuais que serão implementadas em todo o Estado. O projeto é o primeiro no Brasil que contemplará toda as guarnições em serviço.

O equipamento, que se tornará item básico no policiamento ostensivo, será distribuído em diversas unidades da corporação, tornando os atendimentos de ocorrência mais transparentes e acessíveis aos órgãos e autoridades competentes.

Ao todo, foram adquiridas 2.425 câmeras em parceria com o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC). O projeto contou com a participação do Instituto Igarapé no desenvolvimento e pesquisa.

O instituto tem como objetivo propor soluções inovadoras a desafios sociais complexos, por meio de novas tecnologias e influências em políticas públicas.

Para que ser servem as câmeras:

  • Qualificar o conjunto probatório de práticas ilícitas, contribuindo para a efetividade da persecução criminal;
  • Proteger os policiais militares nos casos de falsa acusação;
  • Aumentar a transparência e a fiscalização das ações policiais e do uso da força;
  • Mitigar a reação das pessoas em conflito com a lei, pela percepção de que estão sendo filmadas, e consequentemente, reduzir a necessidade de uso da força por parte dos policiais militares.

Quer receber as notícias no WhatsApp?