A Polícia Militar nomeou a Comissão de Meritoriedade para avaliar se dois policiais militares que mataram o autor dos homicídios contra dois policiais rodoviários federais serão promovidos por bravura ou se serão agraciados com a Medalha Tiradentes.

A ocorrência foi registrada na manhã no dia 18 de maio, no bairro Cidade dos Funcionários, em Fortaleza, Capital do Ceará.

Na ocasião, o 3º sargento Diego Pedrosa Costa, lotado no Comando de Policiamento de Choque; e o cabo Francisco Raimundo de Sousa da Silva, lotado no Batalhão de Policiamento de Trânsito Urbano e Rodoviário Estadual, passavam pela BR-116.

Eles se depararam com um homem em situação de rua, que havia atirado em dois policiais rodoviários federais há poucos instantes.

O homem estava com duas armas subtraídas dos dois agentes da Polícia Rodoviária Federal.

Visando conter a ameaça e prezar pela integridade física das pessoas ao redor, os policiais intervieram e o homem foi a óbito no local.

Os PMs recuperaram as duas armas dos policiais rodoviários federais.

A publicação da nomeação da comissão foi publicada no Boletim do Comando-Geral da Polícia Militar do Ceará.

Será avaliado o ato não comum de coragem e audácia, que, ultrapassando os limites normais do cumprimento do dever, represente feito de notório mérito ação inerente à missão institucional da corporação militar em serviço ou de folga.

Medalha Tiradentes

A Medalha Bravura Tiradentes é concedida com base no Decreto nº 13.116, de 26 de janeiro de 1979, aos policiais militares que atuam com heroísmo nas práticas da carreira policial militar.

A referida comenda vem acompanhada de um diploma, cuja concessão é feita após apreciação do mérito, realizada pela comissão de promoção e medalhas, e/ou outras autoridades devidamente delegadas pelo comandante-geral da Polícia Militar.

Após ser submetida a proposta à aprovação do comando, a medalha é entregue em ato solene.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre segurança pública da região (acidentes de trânsito, ações policiais):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança