O 14º BPM (Batalhão de Polícia Militar) divulgou um balanço dos quatro meses da Operação Coronavírus na região de Jaraguá do Sul. Desde o dia 17 de março até o dia 21 de julho, foram realizadas 1.331 visitas a estabelecimentos comerciais e foram geradas 2.325 ocorrências envolvendo a pandemia.

As ações buscam orientar, prevenir e atuar na fiscalização de modo a fazer cumprir as normativas de combate ao coronavírus. Diariamente, os policiais militares fiscalizam o comércio e realizam abordagens em locais públicos e privados. Além disso, tomam as medidas quando constatam irregularidades.

De acordo com a Seção de Comunicação do 14º BPM, em 1.300 fiscalizações, 97% do total, não houve alterações. Mas em 31 casos a Polícia Militar realizou alguma intervenção, com 29 notificações, uma interdição e um boletim de ocorrência lavrado.

Em Jaraguá do Sul, Guaramirim, Schroeder, Massaranduba e Corupá, as 2.325 ocorrências geradas resultaram em 122 procedimentos, 119 termos circunstanciados e três prisões em flagrante, cerca de 5% dos casos. Na maioria deles, os policiais militares orientam as pessoas ou não constataram a denúncia.

Contribuição da população

O comandante do 14º BPM, tenente-coronel Márcio Leandro Reisdorfer, ressalta que todas as ações desempenhadas pelos policiais militares são baseadas em decretos e portarias publicadas pelos poderes executivos municipal e estadual. Ele enfatiza a participação da comunidade.

"A população está compreendendo que nós estamos em um momento mais crucial, em que os números dispararam, os índices de contágio estão crescendo aqui na região. Nós pedimos que todos continuem com essa contribuição”, comenta.

Reisdorfer destaca que as autuações feitas pelos policiais militares representa uma pequena parte dos casos registrados. Segundo o comandante, esse pequeno número de termos circunstanciados e prisões mostra que a população vem acatando as orientações dadas pelos PMs nas ocorrências.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança