A Agência de Inteligência do 9° Batalhão de Polícia Militar de Criciúma recebeu informações de que em um bar, localizado no bairro Eliza, em Nova Veneza, estaria ocorrendo o tráfico de drogas.

O estabelecimento apresentava movimentação acima do normal.

Foi então montada uma operação para a abordagem no estabelecimento sendo encontrados entorpecentes com duas pessoas e lavrado o Termo Circunstanciado.

Após a revista pessoal em todos os presentes, o faro do cão policial indicou o depósito do bar, onde foram localizados, em uma caixa, 6,4 gramas de cocaína.

Reincidente

Segundo a PM, o proprietário do estabelecimento, de 34 anos, já tem passagens policiais por descaminho, violência doméstica e posse de animais silvestres.

Em buscas na residência dele, atrás do guarda-roupa, os militares, ainda com a ajuda do cão, apreenderam um caderno com anotações da comercialização de entorpecente e R$ 3.950 mil em espécie.

No quarto dos fundos da casa foram encontrados três pássaros silvestres, sendo dois "papa-bananas" e um "azulão".

Em um primeiro momento ele indicou a casa da mãe, para despistar os policiais.

Conforme a PM, a casa do acusado já estava com a porta aberta havendo ainda mais indícios de que algo suspeito teria sido retirado antes da chegada das guarnições.

Ele recebeu voz de prisão por tráfico de drogas e guarda de animais silvestres e encaminhado à delegacia.