A Polícia Militar de Jaraguá do Sul identificou e prendeu no último domingo uma dupla de vândalos, suspeita de ser responsável por grande parte das pichações que estavam ocorrendo no centro da cidade nos últimos dias. Escritas do tipo Dimas 155 ... , Smog, Rastro e A.R.S, sujaram a imagem do centro de Jaraguá do Sul e outros bairros, e por isso a PM esta solicitando para os proprietários de estabelecimentos e demais vítimas que tiveram paredes e fachadas danificadas por pichações, que registrem junto à delegacia de policia o fato para os responsáveis serem punidos. 2017-01-15_pichador__5_-1484582530   A dupla, que teria pichado pelo menos 200 patrimônios públicos e particulares foi encontrada depois que os militares iniciaram uma busca minuciosa pelos autores, em redes sociais, câmeras de monitoramento, flagrante anteriores deste tipo de vandalismo e, cada um dos PMs contribuía com peças importantes até montar o "quebra-cabeça" identificando os suspeitos. O primeiro acusado de 17 anos relatou que era quem comprava tintas e spray pela Internet e disse ainda ser o autor das pichações descritas como "Smog", "Rastro" e "A.R.S". Com o segundo envolvido de 20 anos, os PMs encontraram uma espécie de pistola utilizada nas pichações descritas como Dimas 155. Para que eles sejam punidos, é necessária a participação da comunidade em realizar um boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia de Jaraguá do Sul para legitimar as penas e punições dos atos cometidos pelos detidos.   No Brasil, a pichação é considerada vandalismo e crime ambiental, nos termos do artigo 65 da Lei 9.605/98 (Lei dos Crimes Ambientais), que estipula pena de detenção de 3 meses a 1 ano, e multa, para quem pichar, grafitar ou por qualquer meio conspurcar edificação ou monumento urbano.