Uma guarnição da Polícia Militar de Criciúma estava em atendimento a uma ocorrência de acidente de trânsito com vítimas quando escutou via rádio que uma motocicleta tinha sido recém tomada de assalto e estaria deslocando em direção da guarnição, pela Rua Silvino Rovaris, na região do bairro Paraíso (Baixada), no final da tarde desta quarta-feira. A situação foi repassada por um policial militar que estava de folga.

Em determinado momento veio se aproximando da guarnição pela via, sentido Avenida Centenário/Baixada, a motocicleta Honda XRE 300, de cor vermelha, com dois ocupantes. Quando o condutor visualizou os policiais levantou as mãos e fez sinal apontando para o caroneiro.

De pronto, a os militares entenderam se tratar de um sequestro relâmpago e procederam a abordagem. O caroneiro, ao perceber que seria interceptado, jogou uma faca na rua.

“Este indivíduo que vinha na garupa da motocicleta desceu rapidamente, antes mesmo de a moto parar completamente, tentando se desvencilhar da prisão, portanto foi necessário fazer sua contenção e utilizar de técnica de projeção ao solo para imobilizar o mesmo, visto que resistia passivamente às ordens do policial, tentando a todo momento se evadir da guarnição. Ele foi identificado e, em revista pessoal, nada de ilícito foi encontrado, apenas a faca que o mesmo dispensou instantes antes de sua prisão”, informou a PM.

O crime

A vítima, condutor da motocicleta, disse que estava parada em um semáforo quando o criminoso montou na garupa de sua moto, rendeu-lhe com uma faca encostada em seu corpo e mandou que acelerasse sentido à região da Baixada. Que a todo momento era ameaçado pelo autor com a faca e ainda teve que entregar seu celular.

O criminoso recebeu voz de prisão pelo crime de extorsão (sequestro relâmpago).