A Polícia Militar desmentiu as informações de um áudio que circula no Whatsapp em Jaraguá do Sul desde o fim da tarde desta quinta-feira (28). Uma mulher relata que ocorreram tentativas de sequestro de crianças nas proximidades de escolas na cidade.

No áudio, a mulher diz que foi seguida por um Chevrolet Vectra, modelo antigo, no bairro Águas Claras. A suposta vítima afirma, ainda que saiu de casa no bairro Águas Claras para levar a filha na Escola de Educação Básica Professora Valdete inês Piazera Zindars.

Quando estava nas proximidades Escola Municipal de Educação Básica Erich Blosfeld, o veículo quase bateu no carro em que a mulher estava com a vítima. A suposta vítima relata que ligou para a Polícia Militar e o outro veículo seguiu em outro sentido.

Depois do relato, a mulher alerta para supostas tentativas de sequestro de menores na cidade. O subcomandante do 14º Batalhão de Polícia Militar, major Aires Volnei Pilonetto, afirma que tudo o que ocorreu foi apenas uma questão envolvendo o trânsito, mas que, na visão da condutora, ganhou outros contornos.

“A Polícia Militar fez a busca de informações e não encontrou nenhum tipo de indicativo de que haja esse tipo de comportamento em Jaraguá do Sul. Não existe um veículo Vectra em que os ocupantes estejam querendo sequestrar pessoas”, comenta Pilonetto.

O oficial da PM recomenda que as pessoas continuem a ter cautela nos pertences no interior do veículo, à segurança no trânsito e também aos filhos menores. “No entanto, não há nenhum risco mais grave neste momento. Queremos tranquilizar a todos de que não há ocorrências mais graves em Jaraguá do Sul”, finaliza.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Telegram