A Polícia Militar de Criciúma apreendeu uma carga significativa de cigarro clandestino na tarde e noite desta quarta-feira.

A situação configura crime de contrabando e um homem foi preso.

A ocorrência deu início no bairro Santa Luzia quando o acusado foi abordado em uma barreira policial após ter tentado evitar a abordagem entrando na área de estacionamento de uma loja e efetuando a conversão em sentido contrário ao comando de trânsito.

Ao ser abordado, foi constatado de que ele estaria transportando diversas caixas contendo cigarro paraguaio.

Ao ser perguntado acerca da origem, o homem relatou que foi buscar o cigarro em Araranguá, em frente ao Hospital Regional, e que não lhe custou dinheiro algum, pois receberia R$ 250 pelo repasse.

Na primeira parte da ocorrência, foram apreendidas cinco caixas contendo um total de 350 maços de cigarro, com dez carteiras cada, resultando em 3,5 mil carteiras/Fotos: Divulgação PM

Disse ainda que não sabe o nome de quem lhe passou cigarros, assim como relata que é a primeira vez que faz isso.

Nesta primeira parte da ocorrência, foram apreendidas cinco caixas contendo um total de 350 maços de cigarro, com dez carteiras cada, resultando em 3,5 mil carteiras.

Foram apreendidos também a quantia de R$ 75,35 e um telefone celular.

Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia Federal.

Segunda parte

Já na sede da PF para os procedimentos, outros membros da guarnição da PM, em ato contínuo, após receberem a informação correta da localização da residência do autor e de que havia mais produtos contrabandeados, realizou buscas no local, no bairro São Defende.

Restante do carregamento foi encontrado no banheiro de um edícula, nos fundos da casa do detido

Lá, os policiais foram recebidos pela mulher do detido, a qual aceitou a entrada da guarnição de imediato, mostrando-se solícita e consciente da situação irregular, inclusive indicando onde estaria guardado o resto do carregamento aos policiais, em um banheiro de um edícula, nos fundos da casa.

O montante foi de 21 caixas e três pacotes de cigarros apreendidas, totalizando 10.530 carteiras de cigarro, das marcas Gift, Euro, Broadway e Calvert, o qual foi entregue também na PF.