A Polícia Militar de Criciúma atendeu três ocorrências envolvendo tráfico de drogas nas últimas horas, nesta segunda-feira.

Em deslocamento do Batalhão, uma guarnição, nas proximidades da rótula do 28º GAC, avisou um veículo Peugeot 307, em atitude suspeita.

Ao realizar a abordagem, logo em seguida, os policiais sentiram um forte cheiro de maconha.

Um, dos dois ocupantes, informou aos militares que ao ver a viatura se assustou e jogou um “tijolo” de maconha embaixo do banco do motorista, confirmando que era o dono da droga e que iria vendê-la.

Abordagem teve início em Criciúma e terminou em Içara com mais apreensões

No automóvel ainda foram apreendidos R$ 552 e um celular.

Em buscas na residência dele, no bairro Liri, em Içara, onde confirmou ter mais entorpecentes, o cão Jager localizou, dentro do armário, 17 petecas de maconha, já embaladas e fracionadas para venda.

Outro caso

No bairro Cidade Mineira Velha, na Avenida Cocal, outra ocorrência.

Após denúncias, policiais prenderam um suspeito, dentro de uma borracharia, que tentou fugir, mas sem sucesso.

Material apreendido em borracharia

Com ele foi apreendido um revólver calibre 22, o qual carregava na cintura, com quatro munições.

Também foram encontradas quatro buchas de cocaína, além de R$ 622 no estabelecimento.

O primeiro abordado na borracharia recebeu voz de prisão pelo crime de posse ilegal de arma de fogo e, o dono do local, por tráfico de drogas.

Apreensão de quatro quilos

Ainda nesta segunda, durante à noite, a PM apreendeu mais quatro quilos de maconha.

A ocorrência foi registrada no bairro Universitário, próximo ao Terminal do Pinheirinho.

Dois suspeitos foram avistados sentados ao lado de uma moto, e sem máscaras, o que chamou ainda mais atenção dos policiais.

O entorpecente foi encontrado em uma sacola, no guidão da motocicleta.

Eles chegaram a dizer aos militares que receberiam R$ 200 para entregar a droga, mas na delegacia acabaram entrando em contradição.

Mais quatro quilos tirados de circulação