A guarnição do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) da Polícia Militar de Criciúma recebeu a informação de que, em um condomínio, no bairro Monte Castelo, havia um veículo Onix, da cidade de São Ludgero, que seria "clonado".

Diante das informações, a guarnição fez rondas no condomínio nesta tarde e encontrou o carro, sendo abordados dois ocupantes, de 18 e 27 anos.

Ao realizarem a consulta do número do motor no sistema, os policiais constataram que o veículo era roubado no Rio Grande do Sul.

A placa verdadeira seria IWE-6121.

Em contato

A guarnição então efetuou contato telefônico com a proprietária do veículo, de placas AYU-2389, que informou que estava em São Ludgero e que o carro estava em sua posse.

Placas acusavam em carro de São Ludgero, mas veículo era roubado no Rio Grande do Sul/Fotos: Divulgação PM Criciúma

Um deles então assumiu ser o proprietário do veículo, relatou que adquiriu o carro de um homem e não sabia que seria clonado, pois teria comprado para pagar em suaves prestações, porém não havia pego nenhum documento que comprovasse tal negociação.

Mesmo local

Em 27 de outubro do ano passado, a Polícia Militar recuperou um Audi Q3, também clonado, com outro homem que dividia o apartamento com um dos presos de hoje.

Ambos foram conduzidos para a delegacia enquadrados no crime de receptação.