A Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) atua de forma decisiva no combate à violência contra mulher e por essa razão participou no período de 29 de agosto a 27 de setembro da 2º edição da Operação Maria da Penha, desencadeada em todo o Estado.

Objetivando o enfrentamento a violência doméstica contra a mulher e o aprimoramento do sistema de proteção às vítimas, o 10º Batalhão de Polícia Militar (BPM), através da Rede Catarina, acompanha mais de 400 mulheres vítimas de violência doméstica em Blumenau. Durante a Operação, a Patrulha Maria da Penha realizou 70 visitas preventivas, acompanhou 67 medidas protetivas de urgência e 18 descumprimentos de medidas.

Nesse período, 143 ocorrências de violência doméstica e familiar contra mulheres foram geradas através dos canais de emergência, sendo 83 ocorrências confirmadas de Maria da Penha e que resultaram em 22 prisões em flagrante por crimes dessa natureza. A atuação da Rede Catarina vem auxiliando na proteção, orientação e encaminhamento das vítimas e atuando repressivamente no descumprimento das medidas, sendo um meio de apoio para esse grupo vulnerável.

A Polícia Militar continua com seu trabalho de prevenção e repressão contra a violência doméstica e familiar contra mulher, e incentiva que qualquer agressão seja denunciada ou informada por meio do 190 ou aplicativo PMSC cidadão.

Receba as notícias de Blumenau e região pelo WhatsApp clicando aqui.