Desde a última segunda-feira (4), já estão integrados ao 14° Batalhão de Polícia Militar, 19 novos Agentes Temporários que vão assistir a 187 horas de aula nas dependências da unidade em Jaraguá, até que estejam aptos a exercerem suas funções nas Centrais de Emergência. Os agentes irão trabalhar em Jaraguá do Sul, Guaramirim, São Bento do Sul e Rio Negrinho. O curso ficará sob a coordenação do segundo-tenente Ariel Antônio Faes, que atualmente é o chefe da Central Regional de Emergências de Jaraguá do Sul. “Havia uma expectativa para a vinda de sete agentes para Jaraguá do Sul, recebemos dois a mais, e isso é muito bom. O reforço veio em boa hora pois o contrato com os antigos agentes estava vencendo, e ficaríamos sem ninguém, o que consequentemente refletiria em mais serviço para os policiais que trabalham na central, e possivelmente menos policiais no patrulhamento. Em dias de pico, eles teriam de ser realocados para cá” destacou. O contrato tem duração de um ano, podendo ser renovado por mais um. Entre as matérias abordadas, os alunos terão ambientação nos programas utilizados pela PM, aula de Legislação Institucional, dentre outras disciplinas. Um dos fatores que deve melhorar com a chegada dos novos agentes, é o monitoramento das câmeras de fiscalização. Segundo Faes, uma das dúvidas constantes das pessoas, é sobre a possibilidade de a polícia multar através do videomonitoramento. “É importante esclarecer que o monitoramento será intensificado. Possíveis infrações de trânsito podem ser visualizadas e repassadas para uma viatura que aborda o veículo e faz a notificação. Porém, já estamos galgando junto ao setor de trânsito da Prefeitura a colocação de placas indicando o monitoramento com fiscalização, o que daria o direito ao policial registrar as notificações direto da central, sem precisar deslocar a viatura” destacou.