A Polícia Federal deflagrou na Grande Florianópolis e em Joinville nesta terça (23) a Operação Apagão, cuja finalidade foi desarticular grupo criminoso envolvido com obtenção de financiamentos mediante fraude, lavagem de dinheiro e inserção de dados falsos em sistema de informação.

De acordo com as investigações, entre 2013 e 2014, foram obtidos diversos financiamentos habitacionais mediante apresentação de documentos de comprovação de renda falsos perante a Caixa Econômica Federal, gerando uma dívida de valor atual superior a R$ 26 milhões, decorrente do não pagamento das respectivas parcelas.

Foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão em Florianópolis, São José e Joinville, expedidos pela Justiça Federal, determinando-se, ainda, o bloqueio de valores para ressarcimento da instituição.

Os investigados poderão ser indiciados pela prática, dentre outros, dos crimes previstos no art. 19, par. único, da Lei 7.492/86 (obtenção de financiamento mediante fraude), no art. 1º da Lei 9.613/98 (lavagem de dinheiro) e no art. 313-A do Código Penal (inserção de dados falsos em sistema de informações).

A Polícia Federal deve divulgar mais informações ao longo do dia.

Quer receber as notícias no WhatsApp?