PF faz operação contra organização criminosa que atacou banco e batalhão da PM

Foto: PF/Divulgação

Por: Claudio Costa

22/06/2023 - 09:06 - Atualizada em: 22/06/2023 - 09:49

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira (22), a Operação Pedra Amarela, com o cumprimento de mandados judiciais nas cidades de Caldas (MG), Santa Rita de Caldas (MG), Embu das Artes (SP), São Paulo (SP) e Porto Seguro (BA).

Foram mobilizados 85 policiais para a ação que acontece um ano após o episódio no qual pelo menos 20 indivíduos armados com fuzis e artefatos explosivos realizaram ação criminosa no município de Itajubá (MG), atacando o Batalhão da Polícia Militar e subtraindo cerca de R$ 2 milhões de agência da Caixa Econômica Federal da cidade.

A Operação cumpre 18 mandados de busca e apreensão expedidos pela 2ª Vara Federal Cível e Criminal da SSJ de Pouso Alegre (MG) e é resultado da investigação da PF, com o apoio do Ministério Público Federal de Minas Gerais, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado.

O objetivo é apreender objetos que robusteçam as provas já colhidas contra os suspeitos, como também esclarecer a atuação criminal do grupo.

Os investigados poderão responder pelos crimes de organização criminosa armada, roubo majorado, cessão ilegal de arma de fogo de uso restrito e adulteração de sinal identificador de veículo automotor, cujas penas máximas somadas podem resultar em 47 anos de prisão e multa.

A continuidade das investigações e análises dos materiais apreendidos objetiva descobrir a participação de outras pessoas e a ocorrência de outras práticas.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre segurança pública da região (acidentes de trânsito , ações policiais):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança

 

Notícias no celular

Whatsapp

Claudio Costa

Jornalista pós-graduado em investigação criminal e psicologia forense e pós-graduando em perícia criminal.