PF desarticula milícia privada no Rio Grande do Sul

Foto: PF/Divulgação

Por: Claudio Costa

17/03/2023 - 07:03 - Atualizada em: 17/03/2023 - 07:08

A Polícia Federal desarticulou nesta quinta-feira (16) uma empresa de segurança no Rio Grande do Sul, suspeita de atuar como milícia privada.

A empresa atuava de forma irregular na região sul do estado.

No local, os policiais encontraram armas de fogo, munições, fardas, cassetetes, capas de colete balístico e material de propaganda.

Foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão.

De acordo com a Polícia Federal, a empresa é suspeita também de ter cometido os crimes de porte ilegal de arma de fogo, tortura, usurpação de função pública, constrangimento ilegal e ameaça.

“Em vídeos gravados pelos próprios criminosos e obtidos pela Polícia Federal estão registradas as abordagens e agressões cometidas sob o pretexto de prover segurança aos contratantes do serviço da empresa”, informa nota divulgada pelo órgão.

No total, 50 policiais participaram da ação, chamada Operação Falsus Armatus.

O serviço de segurança privada armada pode ser exercido no país somente por empresas e vigilantes certificados pela Polícia Federal.

Para ser vigilante, o interessado deve ter concluído curso sobre como portar arma de fogo e armas de menor potencial letal e como usar colete balístico.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre segurança pública da região (acidentes de trânsito , ações policiais):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança

Notícias no celular

Whatsapp

Claudio Costa

Jornalista pós-graduado em investigação criminal e psicologia forense e pós-graduando em perícia criminal.