O caso da menina Luna Nathielli Bonett Gonçalves, criança de 11 anos que foi morta espancada pela mãe em Timbó, no Vale do Itajaí, na última quinta-feira (14), tem novos desdobramentos.

A Polícia Civil considera a hipótese de que a menina Luna Bonett Gonçalves tenha sido estuprada.

A informação foi divulgada em entrevista à NDTV, pelo delegado responsável pela investigação, André Beckmann, na última segunda-feira (18).

O delegado afirmou que aguarda ainda o resultado do laudo pericial, mas informalmente o perito considerava “a existência de uma violência sexual contra a criança”.

Beckmann explica que por lei o perito criminal tem 10 dias para concluir o laudo.

“Já conversamos com os peritos, os médicos legistas. Eles têm esse prazo para reunir todas as evidências encontradas na criança. Informalmente, (o perito) me adiantou que poderia considerar a existência de uma violência sexual contra aquela criança” afirmou.

Com base no laudo a polícia deve iniciar investigações para apurar quem foi que praticou a violência sexual contra Luna.