No início da tarde de terça-feira (18), uma ocorrência chocante foi destaque nos principais portais de notícias do Paraná! A Polícia Militar de Enéas Marques foi solicitada na comunidade de Alto Pinhal por uma mulher de 62 anos e seu companheiro de 86 anos, onde relataram que sentiram um forte odor quando estavam na horta atrás da residência e ao remexer a terra, encontraram um bebê enterrado no local. A perícia esteve no local e encontrou a criança, ainda com a placenta, já enterrada há alguns dias, em estado inicial de decomposição.

A dona da casa informou que sua neta de 25 anos morava com ela e a cerca de sete dias estava cuidando de uma pessoa idosa e que uma semana atrás se queixou de calculo renal e estava acima do peso, porém ela não desconfiou de nada. Os policiais foram até onde estava a suspeita que afirmou que deu a luz no banheiro da casa, sem que avó soubesse que estava grávida e como a criança havia nascido morta, resolveu enterrar nos fundos do terreno, sem contar para ninguém.

O corpo da criança foi removido ao IML de Francisco Beltrão e a mulher foi apresentada ao delegado de Plantão da 19ª SDP para as devidas providências. Exames deverão apurar se a criança nasceu viva ou morta. A mulher poderá responder por infanticídio e ocultação de cadáver.

Via PP News

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?