A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Polícia da Comarca de Turvo, com apoio dos agentes da Delegacia de Furtos e Roubos da cidade de Curitiba e de policiais civis da Delegacia de Rebouças, da Polícia Civil do Paraná, deflagrou, na manhã desta quarta feira, uma operação policial nas cidades de Curitiba e Rebouças, no Paraná, para o cumprimento de seis mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão preventiva.

Durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão, realizado em lojas outlet, foram localizadas 72 peças de roupas furtadas, totalizando um valor aproximado de R$ 20 mil.

O proprietário da loja de roupas não soube explicar a origem das peças e, por isso, foi preso em flagrante e autuado por receptação qualificada.

Fotos: Divulgação Polícia Civil

Os dois autores do furto, gerador da investigação, que teria acontecido no dia 11 de julho, na cidade de Turvo, não foram localizados nas residências visitadas pela polícia nesta quarta-feira. A investigação dever ser concluída nos próximos dias.

O caso

Integrantes da organização criminosa do município de Curitiba e Rebouças, no Paraná, deslocaram-se até a cidade de Turvo e, mediante arrombamento, subtraíram uma loja de roupas de grife, causando um prejuízo de aproximadamente de R$ 220 mil à vítima.

Após o crime, o setor de investigação de Turvo identificou os autores e apurou o local onde as roupas furtadas estavam sendo vendidas, sendo identificadas três lojas em Curitiba, que funcionavam estilo outlet.