Patrulhamento com motocicletas reduz tempo de resposta a ocorrências

Patrulhamento com motocicletas reduz tempo de resposta a ocorrências Patrulhamento com motocicletas reduz tempo de resposta a ocorrências

Segurança

Por: Claudio Costa

sexta-feira, 06:30 - 09/02/2018

Claudio Costa
O pelotão de Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam) do 14º Batalhão de Polícia Militar (BPM) vai completar três anos em 2018. A unidade conta com sete policiais militares e atua em todos os cinco municípios que compõem a área do batalhão. De acordo com o comandante da unidade, o tenente Anderson Andrey, a nova doutrina de patrulhamento com motocicletas, com treinamento constante e padronização das ações policiais, atua para dar uma resposta rápida para qualquer tipo de ocorrência. Quer receber as reportagens do OCP Online pelo whatsApp? Basta clicar aqui Os policiais da Rocam fazem patrulhas em três motocicletas, com turnos de 12 horas por dia. O tenente Andrey ressalta que o patrulhamento com motocicletas atende a necessidade de um deslocamento rápido e tático. “Jaraguá do Sul tem a particularidade das trocas de turno, quando há um aumento no tráfego de veículos nas ruas da cidade. Nesses horários é que a Rocam é empregada de forma mais eficiente. A Rocam consegue reduzir o tempo resposta das ocorrências trafegando em uma velocidade maior entre os carros e empregando as técnicas de pilotagem”, conta o tenente da PM. O comandante da Rocam no Comando de Apoio Especializado da Polícia Militar de Santa Catarina, em Florianópolis, major Maurício Gonçalves Veríssimo, comenta que o trabalho de patrulhamento com motocicletas é um dos mais difíceis. “Você sempre está coberto por causa da luz solar, recebendo calor do sol, do motor e do asfalto. Muita gente fala que o policial que utiliza a moto pega o ‘arzinho no rosto’. Mas ele não pega esse ar quando está em baixa velocidade, no patrulhamento. É um policiamento muito cansativo”, revela o major. Veríssimo revela que o treinamento é essencial para que o trabalho dos policiais militares que atuam com motocicletas seja bem executado. O major da PM veio de Florianópolis para preparar os pilotos da unidade do 14º BPM a utilizarem as novas Yamaha XT 660 adquiridas através do Convênio de Trânsito com a Prefeitura de Jaraguá do Sul. As motocicletas antigas tinham 300 cilindradas, menos que a metade das novas. Durante 31 horas, em quatro dias, nove pilotos realizaram diversos treinamentos no asfalto e em estrada de chão, sempre com o ambiente controlado. A entrega dos certificados aconteceu na tarde de quinta (8).
×