A Divisão de Investigação Criminal (DIC) da Polícia Civil em Balneário Camboriú prendeu um pastor acusado de praticar crimes ligados à pedofilia. O mandado de prisão preventivo emitido pela Justiça de Goiás foi cumprido na noite de domingo (8). Segundo a investigação, ele utilizava-se de sua figura pastoral para manter, por meio do aplicativo Whatsapp, diálogos maliciosos com a vítima menor de idade. O pastor convencia a menina a encaminhar fotos e vídeos pornográficos para ser curada de uma maldição. A prisão ocorreu quando ele chegava para celebrar um culto em uma igreja localizada no Centro de Balneário Camboriú.