A Polícia Militar que atua na cidade de Gaspar ganhará um importante aliado no trabalho de combate ao tráfico de drogas na cidade: um drone para observação de locais suspeitos e de difícil acesso.

O equipamento será adquirido com recursos liberados pelo Poder Judiciário. Ao todo, a Vara Criminal de Gaspar repassará mais de R$ 219 mil, oriundos de sanções penais, para 12 projetos sociais e voltados para a segurança pública dos municípios de Gaspar e Ilhota.

Além do drone, a Polícia Militar de Gaspar comprará uma câmera para registrar imagens e filmagens durante o serviço de campo. Já a Polícia Civil terá verba para a aquisição de máquinas fotográficas e armamentos, que serão usados para auxiliar os agentes no enfrentamento do tráfico, de organizações criminosas e crimes correlatos.

Recursos do Judiciário também serão destinados para ações de entidades como a Rede Feminina de Combate ao Câncer, Apae de Ilhota, Casa de Recuperação Novo Rumo e Associação Gasparense de Amparo aos Animais (Agapa).

Projetos contemplados

  • Projeto de Captação de Recursos Financeiros para a Formatura do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), em Gaspar: R$ 10,8 mil;
  • Projeto da Polícia Civil de Gaspar: R$ 15,5 mil;
  • Projeto social da Polícia Civil de Gaspar: R$ 34 mil;
  • Projeto da Apae de Ilhota: R$ 10,6 mil;
  • Projeto do Deságio Jovem Monte da Oliveira: R$ 5,8 mil;
  • Projeto da Casa de Recuperação Novo Rumo: R$ 10,7 mil;
  • Projeto da Associação Casa do Servo Sofredor: R$ 6,6 mil;
  • Projeto da Associação Gasparense de Amparo aos Animais (Agapa): R$ 11,5 mil;
  • Projeto da Escola de Educação Básica Zenaide Schmitt Costan: R$ 14,2 mil;
  • Projeto da Rede Feminina de Combate ao Câncer: R$ 4,6 mil;
  • Projeto Transitolândia da Polícia Militar de Gaspar: R$ 8 mil;
  • Projeto do Conselho da Comunidade da Comarca de Gaspar: R$ 87,1 mil.

Quer receber as notícias no WhatsApp?