Padrasto é preso por estuprar e matar enteada de um ano

Foto: Freepik

Por: Claudio Costa

27/05/2024 - 15:05 - Atualizada em: 27/05/2024 - 15:57

Um homem, de 27 anos, foi preso neste domingo (26) suspeito de estuprar a enteada, uma bebê de um ano, na cidade de Castro, no Paraná.

A criança foi levada para uma Unidade de Pronto Atendimento com suspeita de insuficiência respiratória. A bebê tinha várias lesões pelo corpo e morreu na unidade de saúde.

De acordo com a Polícia Civil do Paraná, a mãe teria deixado a criança sob a responsabilidade do padrasto para ir trabalhar, no início da manhã deste domingo.

No meio da manhã, o homem e a madrinha da bebê a levaram para a UPA. Após 45 minutos de manobras de reanimação, a criança morreu.

“A princípio, foram constatadas lesões nas regiões íntimas da vítima, vários hematomas pelo corpo com colorações diversas, além de marcas sugestivas de asfixia mecânica. O corpo da vítima foi encaminhado até o Instituto Médico Legal (IML), para a análise detalhada e busca de vestígios, bem como para a confirmação da causa da morte”, explicou a delegada Renata de Souza Batista.

Com isso, o padrasto foi encaminhado para a delegacia em Castro e autuado em flagrante pelo crime de estupro de vulnerável qualificado pelo resultado morte.

O flagrante foi convertido em prisão preventiva, segundo a polícia.

“As investigações continuam para apurar todas as circunstâncias e responsabilidades a respeito da prática criminosa”, informou a Polícia Civil.

*Com informações de RIC.

Imagen de freepik

Notícias no celular

Whatsapp

Claudio Costa

Jornalista pós-graduado em investigação criminal e psicologia forense e pós-graduando em perícia criminal.