Uma criança de 11 anos acusou o padrasto de abuso sexual nesse sábado (24), em Guaramirim. Segundo a Polícia Militar, uma guarnição foi até o hospital para averiguar a situação por volta das 20h. Durante a conversa com a mãe da menor, a irmã da vítima também disse que havia sido vítima de abuso por parte do agressor, mas não havia denunciado o crime. De acordo com as informações da PM, a vítima acordou com o homem mexendo em suas partes íntimas. A criança relatou que aquela não havia sido a primeira investida do padrasto. O agressor também assistia constantemente filmes pornográficos com o volume alto, na intenção de que a garota ouvisse. O Conselho Tutelar foi chamado para acompanhar o caso. As vítimas foram levadas para a delegacia. A Polícia Militar procurou pelo agressor, mas ele não foi encontrado.