A Polícia Civil de Santa Catarina deflagrou na manhã desta quarta-feira (3) a Operação “Rescaldo” para o cumprimento de 50 mandados judiciais expedidos pela Vara Criminal da Região Metropolitana de Florianópolis após parecer favorável da 39ª Promotoria de Justiça da Capital.

A investigação é da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRACO) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC).

Por volta das 6h, mais de 60 policiais civis saíram às ruas para o cumprimento de 34 mandados de prisão temporária e 16 mandados de busca e apreensão a serem cumpridos nas cidades de São José, Laguna, Itajaí, Jaraguá do Sul, São Francisco do Sul, Timbó, Concórdia e Chapecó.

Além da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC), participam da operação policiais civis das unidades das seguintes cidades: Laguna, Concórdia, Timbó, Ascurra, Chapecó e Jaraguá do Sul.

Os mandados de busca e apreensão são em oito cidades: São José (1); Laguna (5); Timbó (2); Itajaí (1); São Francisco do Sul (1); Jaraguá do Sul (1); Concórdia (1) e Chapecó (4).

350 integrantes presos desde 2017

Com essa operação, a equipe da DRACO/DEIC chega a marca de 350 integrantes da mesma organização criminosa oriunda do Estado de São Paulo identificados, presos e indiciados pela DEIC em inquéritos policiais desde o ano de 2017, quando o referido grupo vem intensificando a tentativa de dominar pontos de venda de drogas no território catarinense, cometendo diversos tipos de crimes.