A Polícia Civil deflagrou a Operação Pedra Angular na manhã desta terça-feira (26) em oito cidades do Vale do Itajaí, Litoral e Norte de Santa Catarina. A operação investiga os sócios de uma empresa suspeita de golpe no formato pirâmide financeira.

Desde o início do ano, eles teriam movimentado cerca de R$ 25 milhões em contas bancárias. No total, foram cumpridos três mandados de prisão temporária, um em Itajaí e outros dois em Pouso Redondo, e 16 mandados de busca e apreensão nas cidades de Blumenau, Taió, Pouso Redondo, Rio do Sul, Ituporanga, Jaraguá do Sul, Itajaí e Balneário Camboriú.

Foto Divulgação/Polícia Civil

Também foi determinada a apreensão de nove veículos e um terreno, bens avaliados em R$ 1 milhão. A operação apura a prática de crime contra a economia popular, lavagem de dinheiro e associação criminosa por parte dos responsáveis pela empresa Unii Trading, que tem sede em Pouso Redondo e filiais em outras cidades.

Os investimentos das vítimas variavam de R$ 500 até R$ 1 milhão, com a promessa de que o lucro dos valores aplicados seria de até 400% em um ano. Eles alegavam que os recursos eram aplicados em opções binárias, atividade não regulamentada no Brasil pela Comissão de Valores Mobiliários.

Segundo informações, o pagamento das vítimas só era prometido mediante o ingresso de novos clientes e aporte de mais recursos.

Quer receber as notícias no WhatsApp?