Delegacia de Homicídios da Capital investiga os crimes | Foto Divulgação/Polícia Civil
Delegacia de Homicídios da Capital investiga os crimes | Foto Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Homicídios (DH) de Florianópolis, realizou nesta terça-feira (14) operação na comunidade do Siri, norte da Ilha de Santa Catarina, para o cumprimento de 16 mandados de busca e apreensão expedidos pelo Judiciário.

Ao final da ação, foram recolhidos documentos, listas com informações importantes e telefones celulares. Ninguém foi preso.

Segundo o delegado Ênio de Oliveira Matos, da DH da Capital, o objetivo da operação foi recolher material para auxiliar nas investigações em curso. “Estamos investigando de seis a oito casos de crimes ocorridos naquela comunidade. Recolhemos um vasto material que, sem dúvida, vai contribuir nas investigações”, destacou o delegado. Não houve prisões.

A operação iniciou as 5 horas com a concentração das equipes no ginásio na Academia da Polícia Civil (Acadepol), em Canasvieiras. Participaram do trabalho policiais civis das Centrais de Investigação do Norte da Ilha (CINI), Continente (CICON), Leste e Sul (CILS), Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE), Serviço Aeropolicial (SAER), as 7ª e 8º DP de Canasvieiras e Ingleses, respectivamente, e os Núcleos de Operacões com Cães (NOC) de São Lourenco do Oeste e Lages.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger