Resumo da notícia

  • Dois mandados cumpridos em Jaraguá do Sul
  • 25 prisões em todo o Estado
  • Objetivo é combater a violência doméstica

A Polícia Civil de Santa Catarina deflagrou, na manhã desta quarta-feira (27), a Operação Marias. O objetivo é combater a violência doméstica em todo o Estado. Até às 12h, 25 prisões haviam sido registradas em SC, duas delas em Jaraguá do Sul.

O resultado ainda é preliminar. Os agentes da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso de Jaraguá do Sul ainda estão na rua para cumprir outras ordens judiciais. Os dois mandados cumpridos na cidade são de prisões condenatórias em regime aberto.

 

 

Nas 30 regionais de Polícia Civil de Santa Catarina, os agentes também cumprem 81 mandados de prisão, 23 de busca e apreensão e realizam 1.211 fiscalizações de medidas protetivas.

O balanço prelimilar também indicava 17 mandados de busca e apreensão cumpridos, além 342 fiscalizações de medidas protetivas realizadas. Armas foram apreendidas em buscas nas residências.

Operação em âmbito nacional

O nome “MARIAS” faz referência à Maria da Penha Maia Fernandes, vítima emblemática de violência doméstica, referencial na luta em defesa dos direitos das mulheres e cujo nome é emprestado à lei “Maria da Penha”, uma ferramenta fundamental no combate à violência doméstica de familiar.

A operação tem caráter nacional em parceria com o Conselho Nacional dos Chefes de Polícia e é realizada também em outros Estados do Brasil. As prisões são preventivas ou de sentença definitiva determinadas pela Justiça.

Os motivos das prisões são crimes como violência sexual, estupro de vulnerável, ameaça, descumprimento de medida protetiva e posse irregular de arma de fogo.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Telegram