Foto: Ilustrativa
Foto: Ilustrativa

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial no Combate ás Organizações Criminosas) esteve em Jaraguá do Sul e região para em conjunto com as polícias locais, para apoiar uma operação resultante de uma investigação impetrada pela 4ª Promotoria de Justiça de Jaraguá do Sul.

A investigação foi referente a crimes praticados contra a administração pública e fé pública praticados por dois oficiais de justiça lotados em Jaraguá do Sul. As suspeitas dão conta de que um deles, dedicava-se exclusivamente a uma agropecuária que era de sua propriedade, e terceirizava suas funções de oficial de justiça.

Ao todo, quatro mandados de busca e apreensão fora cumpridos em residências e estabelecimentos comerciais em Jaraguá do Sul, Guaramirim e Itapema, onde documentos e aparelhos celulares foram aprendidos.

Os dois investigados foram afastados das funções estando proibidos de entrar nas dependências do fórum de Jaraguá do Sul, ou manter contato com servidores ou pessoas que eles intimaram nos últimos seis meses. Um dos oficiais acabou sendo preso pois durante as buscas, foi encontrado em sua casa um silenciador, acessório de uso restrito.

O Promotor Márcio Cota. responsável pelas investigações, acompanhou de perto a ação e nesse momento esta ouvindo o oficial que foi preso, na delegacia de Guaramirim.

Em breve novas informações.

Quer receber as notícias no WhatsApp?