As polícias Civil e Militar de Canoinhas, no Norte do estado, deflagraram, na manhã de terça-feira (28), a operação Erga Omnes em combate às organizações criminosas que atuam na cidade.

Foram cumpridos dois mandados de prisão temporária, um mandado de prisão preventiva e um mandado de internação de adolescente infrator, além de oito buscas residenciais. Dois suspeitos permanecem foragidos.

 

 

Os grupos disputavam território e poder na região. A investigação, que durou três meses, concluiu que havia uma guerra declarada entre uma facção criminosa catarinense e uma organização criminosa paulista.

Outras duas pessoas foram presas em flagrante pela prática dos crimes de tráfico e associação para o tráfico de drogas e corrupção de menores, além de outro indivíduo que foi autuado em flagrante pelo crime de posse ilegal de arma de fogo. Um adolescente foi detido pela prática de ato infracional semelhante aos crimes de tráfico e associação.

Ação contou com 40 policiais

Ao todo, 40 policiais civis e militares - da 22ª DRP e do 3° BPM, respectivamente - participaram da ação. Segundo o delegado Marlon Bosse, titular da Divisão de Investigação Criminal (DIC), o nome da operação - Erga Omnes - significa contra todos, no sentido de que qualquer membro, seja qual for a organização criminosa identificada, será preso e sofrerá a devida punição por seus atos.

A operação contou, ainda, com a participação do Núcleo de Operações com Cães da Polícia Civil – NOC e o Canil da Polícia Militar.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança