A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quinta-feira (1) a Operação Alligator com o objetivo de combater as facções criminosas que agem no bairro Monte Cristo, na Capital, e cumprir cerca de 20 mandados de busca e apreensão e 10 de prisões temporárias na região que foi investigada.

Até às 9h30min sete pessoas tinham sido presas. A Operação continua em andamento. A Coordenação é do Delegado da Polícia Civil João Adolpho Fleuy Castilho, da Central de Investigação do Continente (Cicon).

A comunidade que está sendo alvo das diligências é denominada de “PC3” e é amplamente conhecida pela reiterada prática do crime de tráfico de drogas e por ser dominada pelas organizações criminosas que agem na área continental.

Ação tem participação de policiais civis, militares e do Deap | Foto PC/Divulgação

O nome da operação policial faz referência à um logotipo de uma marca que é frequentemente utilizado pelos membros da organização criminosa investigada e fielmente usados para identificar seus membros.

A Operação foi coordenado pelo Cicon e teve a participação da Coordenadoria de Operações Especiais (Core), Central de Investigação do Leste/Sul(CILS), Delegacia de Homicídios de Florianópolis(DH), Delegacia de Polícia da Comarca de Palhoça, Setor de Investigação Criminal (SIC) do Complexo do Continente, Delegacia de Repressão a Roubos (DRR), Serviço Aeropolicial (Saer) mais policiais militares do 22º Batalhão e do Canil, juntamente, com a Divisão de Operações com Cães e Escolta do Departamento de Prisional (Deap).

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?