ônibus teve problemas mecânico por volta das 4h30min na alça de acesso ao centro de Florianópolis | Foto GMF/Divulgação
ônibus teve problemas mecânico por volta das 4h30min na alça de acesso ao centro de Florianópolis | Foto GMF/Divulgação

Mais uma vez o acesso à Ilha de Santa Catarina foi um teste de paciência aos motoristas na manhã desta segunda-feira (11). Um ônibus teve problemas mecânico por volta das 4h30min na alça de acesso ao centro de Florianópolis, ficou parado em uma das pistas na região do Lago das Bandeiras, trancando a saída da Ponte Pedro Ivo.

O problema criou um efeito cascata, provocando congestionamento na Via Expressa, que liga São José à Capital catarinense, e, por consequência, nos bairros continentais do Estreito e Coqueiros. Além disso, o trânsito ficou comprometido na BR 101, nos centros de São José e Palhoça e até em Biguaçu.

Motoristas chegaram a levar 3 horas para chegar de uma dessas cidades da Grande Florianópolis até a Ilha de Santa Catarina. O ônibus só foi retirado na pista por volta das 9h15min.

Para resolver o problema, foram acionados até três guinchos, um deles vindo de Palhoça. Os dois primeiros não conseguiram tirar o veículo do local e o terceiro, emprestado por uma das empresas de transportes coletivos da Capital, é que conseguiu fazer a remoção.

Mesmo assim, o fluxo de veículos ainda levará algumas horas para se normalizar, porque muitos carros ficaram retidos nos congestionamentos.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?