A major Naíma Huk Amarante, que na época em que era Tenente esteve no 14° Batalhão de Polícia Militar de Jaraguá do Sul, é a oficial que marcará seu nome na história da PM e da Força Nacional, como uma das primeiras mulheres a comandar um grupo de operações da Força Nacional de Segurança em Cariacica, no Espírito Santo, a partir do dia 28 de agosto. A ação faz parte do “Programa Nacional de Enfrentamento à Criminalidade Violenta”, criado pelo ministro da Justiça, Sergio Moro, e deve acontecer na cidade durante quatro meses.

Vinte agentes, incluindo a major Naíma Huk Amarante, já estão no estado há cerca de duas semanas. Eles são peritos e investigadores que levantam dados e informações sobre os criminosos. Assim, os 80 agentes que chegam no dia 28 de agosto já poderão iniciar os trabalhos de prisões de homicidas e traficantes. Naíma comandará 80 agentes que vão atuar no município em 20 viaturas e utilizando 100 fuzis e 100 pistolas. Eles desenvolverão operações específicas em bairros com maiores índices de criminalidade.

A oficial já está no Estado fazendo um reconhecimento de área e planejando as ações.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito: 

WhatsApp  

Telegram  

Facebook Messenger