Números reforçam sensação de segurança em Jaraguá do Sul | Foto wiseGEEK

Números reforçam sensação de segurança em Jaraguá do Sul | Foto wiseGEEK

Jaraguá do Sul registrou uma queda no número de roubos nos seis primeiros meses de 2018. Até o fim de junho, foram registrados 38 casos, contra 61 contabilizados pela Polícia Civil no primeiro semestre de 2017.

Os números representam uma queda de 37,7% nas ocorrências. Os números da Polícia Militar acompanham a queda. No primeiro semestre 2018, a PM registrou 34 roubos contra 63 ocorrências de janeiro a junho de 2017, uma queda de 46%.

O delegado regional Adriano Spolaor comenta que um dos fatores que mais influenciaram a queda no índice foi a criação da Divisão de Furtos e Roubos na Delegacia da Comarca e Jaraguá do Sul.

Leia mais: Juiz condena empresários à prisão e indenização de R$ 10 milhões

De acordo com o chefe da Seção de Comunicação do 14º Batalhão de Polícia Militar, major Aires Volnei Pilonetto, os números baixos de ocorrências acompanham uma queda acentuada nas ocorrências em todo o Estado.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) de Santa Catarina ainda não contabilizou o número de ocorrências de roubo registradas nos seis primeiros meses de 2018. Mas, em um balanço divulgado anteriormente, apresenta uma queda de 34,8% no primeiro trimestre de 2018 em comparação ao mesmo período do ano passado.

“Com relação ao roubo, o crime mais grave contra o patrimônio, nós tivemos uma diminuição significativa. Nós sabemos que as ocorrências de maior gravidade estão diminuindo no Estado todo", aponta Pilonetto.

Segundo ele, embora o indicador com relação ao Estado já seja muito favorável, o decréscimo é bastante significativo. "Outro ponto favorável na queda dos números pode ter sido causado pela Rede de Vizinhos, implantada na metade do ano passado pela Polícia Militar”, completa.

Números de registros de furtos divergem

A Polícia Civil registrou nos seis primeiros meses deste ano 402 registros de furtos, contra 530 boletins de ocorrência em 2017, uma redução de 24% no número de casos. A Polícia Militar registrou um leve aumento nos números no primeiro semestre de 2018.

Ao todo, a PM atendeu 387 casos de janeiro a junho, contra 370 registros em 2017, um crescimento de 4,59%. Mas Pilonetto ressalta que houve uma queda em comparação com 2016, quando houve 589 casos no primeiro semestre. Se formos utilizar o número de 2018, houve uma queda de 34,2% nas ocorrências.

Uma explicação para a variação no número dos números apresentados pela Polícia Civil e a Polícia Militar é a falta de uma base de dados unificada.

A SSP trabalha em um sistema que possa eliminar duplicidade de ocorrências, por exemplo, e tornar a base de dados da segurança pública mais confiável.

De acordo com a assessoria de imprensa da pasta, uma reunião foi realizada nesta quarta-feira (11) para acertar detalhes sobre o novo sistema. A previsão é de que a nova plataforma funcione até o final de 2018.

Quer receber as notícias no WhatsApp?