Número de mortes no trânsito em 2017 caiu 35% em Jaraguá do Sul

Número de mortes no trânsito em 2017 caiu 35% em Jaraguá do Sul Número de mortes no trânsito em 2017 caiu 35% em Jaraguá do Sul

Segurança

Por: Claudio Costa

quarta-feira, 08:00 - 28/02/2018

Claudio Costa
Jaraguá do Sul registou 24 mortes em acidentes de trânsito no ano passado, segundo estudo divulgado nesta terça-feira (27) pela Secretaria Municipal de Saúde. Entre as vítimas fatais, 17 eram moradores do município e sete de outras cidades. Em 2016, o mesmo documento apontou que foram 37 mortes, uma redução de 35% no número de óbitos em sinistros na cidade. Quer receber as reportagens do OCP Online no WhatsApp? Basta clicar aqui O responsável pelo setor de Planejamento da secretaria, Luís Fernando Medeiros, comenta que o documento também resgata os casos de internação ocorridos após os acidentes. O relatório utiliza dados do Sistema Único de Saúde (SUS) porque o Hospital São José, referência em trauma no Vale do Itapocu, tem a maior parte dos seus leitos reservado para o sistema. “Quando uma pessoa sofre um acidente de trânsito, ela é levada para hospital e, inicialmente, é atendida pelo SUS. Depois é que vão saber se o paciente tem um plano de saúde”, comenta, ao ressaltar que o documento também utiliza dados do Detran-SC e do IBGE. Os 1.947 acidentes com vítimas registrados em 2017 resultaram na internação de 289 pessoas. De acordo com o relatório, o número é 3,4% menor do que o registrado em 2016. Medeiros explica que os números captados são de acidentes com uma gravidade maior. Geralmente, as internações que foram levadas em conta no relatório são de três, quatro ou mais dias. “Em muitos casos, o paciente leva uma sutura ou tem o braço imobilizado no caso de uma fratura. Depois, são liberados. Os casos contidos no relatório são considerados mais graves”, ressalta. Segundo o relatório, jovens com idades entre 15 e 29 anos são 50,17% das vítimas internadas após acidentes de trânsito em Jaraguá do Sul. O percentual aumenta ainda mais quando a faixa é elevada em dez anos. Ao todo, 68,16% das internações nos leitos do SUS eram de pessoas entre 15 e 39 anos. “Essas pessoas estão no auge da idade produtiva. Quando elas são internadas, muitas vezes ficando com sequelas, acabam trazendo prejuízos para toda a sociedade”, afirma Luís Fernando. Os motociclistas são as vítimas que mais são internadas nos hospitais de Jaraguá do Sul. No ano passado, 208 internações envolveram pacientes que estavam em uma moto. O número é 7,7% maior do que o registrado no ano anterior, quando foram contabilizadas 193 internações. O número de ciclistas internados após acidentes de trânsito também aumentou em 2017. No ano passado, 21 pessoas acabaram em leitos dos hospitais após os sinistros. O número é 31% maior do que o que foi contabilizado em 2016. O documento também aponta outras quedas em alguns números. A quantidade de pedestres internados diminuiu 58% entre 2016 e 2017. No ano passado, 13 pedestres foram internados após acidentes de trânsito em hospitais de Jaraguá do Sul, contra 31 no ano de 2016. Outro ponto que apresentou queda, de 22%, foi o de número de internações de ocupantes de automóveis após acidentes, com 39 pacientes registrados.    
×